19 de set de 2016

Sistema de Informação Científica sobre Abelhas Neotropicais



Sistema de Informação Científica sobre Abelhas Neotropicais 

Texto: Kátia Aleixo 

 

Nova ferramenta apresenta listas sobre o conhecimento atual da fauna de abelhas nos estados brasileiros 

 

 

O Sistema de Informação Científica sobre Abelhas Neotropicais, plataforma de pesquisa lançada pela A.B.E.L.H.A. em parceria com o CRIA, apresenta uma nova ferramenta que facilita o acesso ao conhecimento sobre a ocorrência das abelhas brasileiras através da geração de listas das espécies de acordo com a distribuição geográfica nos estados do país. Para cada um dos estados brasileiros é apresentada uma lista de espécies de abelhas conhecidas, separadas por Subfamília e Tribo. Ao clicar na espécie de interesse, o usuário terá acesso às informações disponíveis nos demais sistemas que compõe a plataforma de pesquisa.

São raros os trabalhos que tratam sobre as espécies de abelhas de cada um dos 26 estados brasileiros e Distrito Federal. As listas geradas pela ferramenta poderão auxiliar na elaboração de programas conservacionistas, servindo como base para apresentar o atual conhecimento sobre a fauna apícola em cada estado, bem como em quais lugares ainda são necessárias amostragens e levantamentos para aumentar o conhecimento sobre a riqueza de abelhas no Brasil. As listas, integradas às informações geradas pelas demais fontes que compõem o Sistema de Informação Científica sobre Abelhas Neotropicais, também serão úteis em estudos sobre interações entre as abelhas e plantas das diversas regiões do Brasil, estudos taxonômicos em um contexto histórico-biogeográfico e composição de guias de conservação.

Fonte científica


A ferramenta utiliza o Catálogo de Abelhas Moure como fonte de informação sobre a distribuição geográfica de abelhas neotropicais nos estados brasileiros. Para a composição do Catálogo Moure, os dados de distribuição geográfica foram extraídos de artigos e revisões taxonômicas, catálogos, levantamentos faunísticos e também de espécimes depositados em coleções biológicas.

A nova ferramenta está disponível em: abelha.cria.org.br/list.