18 de jun. de 2024

O CRIA esteve presente no 1o. Fórum - A.B.E.L.H.A. (10 anos)

Realizado em Brasília no dia 20 de maio, o 1o. Fórum da A.B.EL.H.A ocorreu na sede do CNPQ e o CRIA esteve representado por Dora Ann Lange Canhos e por Rosana Vazoller, que participaram respectivamente como convidada palestrante e moderadora de mesa.

O evento que celebrou os 10 anos, apresentou como tema: ”A Ciência das Abelhas e o Agronegócio”. Entre os temas abordados destacaram-se os serviços de polinização, produção agrícola e as abelhas como bioinsumo, o fomento à pesquisa, mudanças climáticas e o cenário para as abelhas no Brasil e no mundo, iniciativas público-privada para mitigar a perda de colônias de abelhas no Brasil e as ações de comunicação e capacitação para a conservação e o uso sustentável de abelhas no Brasil.

O CRIA teve Dora Ann Lange Canhos como componente do painel 2 com o tema:" Fomento à pesquisa, como avançar no conhecimento sobre polinizadores no Brasil para fundamentar tomadas de decisão”.

Durante o painel o CRIA apresentou os sistemas online resultantes da parceria com a A.B.E.L.H.A. que apoiam a consolidação da e-infraestrutura de dados abertos sobre a diversidade das abelhas nativas do Brasil.

Na Mesa 3, Rosana Vazoller esteve como moderadora da Mesa que teve como tema: “Mudanças climáticas e o cenário para as abelhas no Brasil e no Mundo”.

O fórum reuniu especialistas em torno das soluções para a produção sustentável de alimentos e a conservação da biodiversidade brasileira. Uma oportunidade única para se atualizar sobre como a ciência brasileira está contribuindo para a tomada de melhores decisões em políticas públicas e práticas agrícolas, promovendo uma relação mais harmônica e produtiva entre agricultura e polinizadores.

Para mais informações: 
www.abelha.org.br

E-book - Ciência das Abelhas - pesquisa e desenvolvimento sobre polinizadores e polinização

 

O livro apresenta em 10 capítulos, os resultados dos nove projetos de pesquisa contemplados na iniciativa inédita de financiamento público-privado elaborada conjuntamente pela Associação Brasileira de Estudos das Abelhas (A.B.E.L.H.A.), pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) a Chamada Pública CNPq/MCTIC/Ibama/Associação A.B.E.L.H.A. nº 32/2017. 

Essa publicação teve por objetivo tornar os dados públicos a qualquer interessado, bem como contribuir para embasar as discussões relacionadas aos polinizadores, com foco em abelhas, e sua relação com a agricultura e a conservação da biodiversidade. A A.B.E.L.H.A. espera  contribuir para as tomadas de decisão, tanto pelas instituições envolvidas nesta iniciativa quanto pelos criadores de abelhas e agricultores.

O livro, organizado por Ana Lúcia Delgado Assad e Kátia Paula Aleixo, está disponível apenas na versão digital em https://abelha.org.br/e-books/.

O Centro de Referência e Informação Ambiental - CRIA, é parceiro técnico e institucional da Associação Brasileira de Estudos das Abelhas - A.B.E.L.H.A.

O CRIA  participou do projeto CNPq (nº: 400580/2018-7)  Consolidação da e-infraestrutura de dados abertos sobre a diversidade das abelhas nativas do Brasil, sob a coordenação do Prof. Eduardo A.B. Almeida (USP).

O texto sobre esse projeto escrito para o e-book é "A importância da e-infraestrutura de dados abertos sobre abelhas nativas no Brasilde autoria de Dora Ann Lange Canhos1, Cristiano Menezes2, Eduardo A. B. Almeida3.

 

1 Centro de Referência em Informação Ambiental (CRIA)

2 Embrapa Meio Ambiente

3 Universidade de São Paulo (USP)

 

Crédito: Essa notícia foi em parte reproduzida da "Newsletter A.B.E.L.H.A." 

Para conhecer mais sobre o trabalho da Associação Brasileira de Estudos das Abelhas - A.B.E.L.H.A. acesse:

www.abelha.org.br

 

Instituto Itaúsa patrocina projeto speciesLink

É com enorme entusiasmo que comunicamos o apoio do Instituto Itaúsa ao projeto speciesLink - Conectando Biodiversidade, Clima e Uso da Terra” uma parceria entre o CRIA, o Laboratório de Física Atmosférica da Universidade de São Paulo (LFA/USP) e o MapBiomas. O projeto propõe a ampliação da base de dados sobre a biodiversidade brasileira e sul-americana na rede speciesLink, integrada com dados atmosféricos (precipitação, temperaturas mínima e máxima, umidade do ar e do solo) e dados de uso e cobertura da terra no Brasil e Pan-Amazônia. A rede speciesLink conta com a parceria de centenas de coleções biológicas do país e do exterior e de redes estruturadas como o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia - Herbário Virtual da Flora e dos Fungos (INCT-HVFF) que recebe apoio da Facepe e do CNPq e a rede de polinizadores, apoiada pela associação A.B.E.L.H.A.

Realização

 

Patrocínio

Parcerias Técnicas Institucionais