19 de ago. de 2022

Novo filtro por uso e cobertura da terra no speciesLink

Renato De Giovanni

Como produto da parceria CRIA/MapBiomas, patrocinada pelo Instituto Clima e Sociedade (iCS), a rede speciesLink oferece uma nova possibilidade de filtragem em sua interface de busca com base no uso e cobertura da terra. Os dados são provenientes do MapBiomas, uma iniciativa pioneira que desde 2015 vem produzindo mapas anuais da cobertura e uso da terra no Brasil através de uma rede colaborativa de ONGs, universidades e startups de tecnologia.

Nesta versão inicial, é possível filtrar os registros disponíveis na rede speciesLink por categoria de uso e cobertura da terra nos anos 1985 e/ou 2020 da coleção 6 do MapBiomas. Apenas registros coletados no Brasil e georreferenciados na origem são considerados. As categorias disponíveis para filtragem são as mesmas da legenda do MapBiomas, que estão divididas em dois grandes grupos: áreas naturais, com subcategorias como formação florestal, formação savânica, rios, lagos, mangue, entre outros, e áreas antropizadas, com subcategorias como pastagem, mineração, agricultura, etc. É possível utilizar dois filtros simultâneos, permitindo buscas, por exemplo, por registros coletados em locais onde em 1985 havia cobertura natural mas que em 2020 o mesmo local encontra-se antropizado.

Novo filtro por uso e cobertura da terra.

A visualização dos resultados em mapa agora oferece também a possibilidade de ativar camadas de sobreposição relativas ao uso e cobertura da terra, permitindo selecionar o ano e as categorias desejadas. Registros do speciesLink coletados no Brasil e georreferenciados na origem agora incluem informações sobre as categorias de uso e cobertura da terra.

Novas camadas de sobreposição com base no uso e cobertura da terra.

Nas próximas versões os dados do MapBiomas na rede speciesLink deverão ser atualizados para a nova coleção 7, a ser lançada no final de agosto de 2022. Também serão incorporados os mapas de todos os anos intermediários. Além disso, em breve, os dados da rede speciesLink também estarão disponíveis através da interface do MapBiomas.

Tratando-se de uma versão inicial, ideias e sugestões são sempre bem-vindas! Esperamos, com esta nova funcionalidade, estimular novas pesquisas e diferentes tipos de busca unindo dados de biodiversidade a dados de uso e cobertura da terra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário