23 de fev. de 2022

Artigo no Estadão: A retomada do desenvolvimento nacional requer protagonismo da sociedade civil

 Rubens Naves, Presidente do Conselho Deliberativo do CRIA



Diante do declínio acentuado do país, as Organizações da Sociedade Civil tornam-se atores ainda mais estratégicos para a retomada do desenvolvimento. Entretanto, o tema dificilmente tem o destaque necessário no debate público. "Quando cumpre seu papel, mantendo-se distinto tanto do Estado quanto da iniciativa privada, combinando a vocação e a missão públicas do primeiro com a flexibilidade focada em resultados do segundo, o Terceiro Setor não combina com as visões de mundo e os discursos da direita privatista e da esquerda estatizante, que ainda dominam o debate político", explica Rubens Naves.

CONFIRA A ANÁLISE COMPLETA


31 de jan. de 2022

Tributo à Barbara Kirsop

 Dora Ann Lange Canhos em nome da equipe do CRIA




No dia 26 de janeiro de 2022, o CRIA perdeu uma grande amiga, fonte de inspiração e colaboração, uma referência, Barbara Kirsop. Nas décadas de 1980 a 1990 foi pioneira no trabalho de curadoria e informatização da NCYC – National Collection of Yeast Cultures da Grã-Bretanha. Como presidente da Federação Mundial de Coleções de Culturas (WFCC), contribuiu para a implantação de redes colaborativas em diversas regiões do planeta. Vanderlei Canhos e eu a conhecemos em 1985 em uma viagem de visitas técnicas a coleções microbiológicas britânicas e francesas, estabelecidas com modelos distintos de organização. A visita teve como meta estabelecer parcerias para implementar um programa de treinamento com foco na estruturação da rede de coleções microbiológicas no Brasil.  

Realizada com o apoio da Finep e Conselho Britânico, a visita da Barbara Kirsop ao Brasil em 1986, resultou na estruturação de um programa de capacitação de recursos humanos para a organização, gerenciamento e informatização de coleções microbiológicas. Ao longo de uma década foram oferecidos cerca de 50 cursos de treinamento e eventos internacionais abertos a curadores e técnicos de coleções microbiológicas do país. Vanderlei Canhos foi eleito secretário e vice-presidente da WFCC nas gestões de Barbara Kirsop, sendo depois eleito presidente. Tudo isso fomentou a articulação internacional e contribuiu para que a Coleção de Culturas Tropical, CCT, se tornasse uma Coleção de Serviços de reconhecimento internacional.

Em 1985, a Base de Dados Tropical, BDT, publicou o primeiro Catálogo Nacional de Linhagens online através do serviço Cirandão da Embratel. Em 1988 se tornou ponto focal do MSDN (Microbial Strain Data Network) e em 1993 desenvolveu o sistema Bioline International, uma proposta da Barbara apresentada à equipe. A colaboração da Barbara com editores de revistas científicas internacionais resultou na estruturação de um sistema de informação integrador para disseminação on-line dos resumos de artigos publicados em periódicos científicos no Bioline de forma livre e aberta a todos. Aos poucos, essa ideia inicial foi mudando e o interesse do Bioline, ou seja, da Barbara, passou a ser o de disponibilizar a plataforma Bioline para que os países do hemisfério sul pudessem divulgar a sua ciência, publicando artigos de interesse para os seus países nas suas revistas locais.

No processo ela também trouxe o Dr. Leslie Chan da Universidade de Toronto para trabalhar nessa iniciativa junto com a sua equipe. Enquanto o CRIA é responsável por manter e desenvolver o sistema, a Universidade de Toronto é responsável pelo gerenciamento do conteúdo.

Em 2021 foram requisitados em média 1,3 milhão de artigos completos por mês. Alguns indicadores do conteúdo são:


Número de artigos por país (Bioline, Jan, 2022)

Número de artigos por língua (Bioline, Jan, 2022

Em 2013 Barbara esteve no Brasil, no CRIA juntamente com o Dr. Leslie Chan da Universidade de Toronto, nosso parceiro no Bioline, para celebrar os 20 anos dessa iniciativa. 

Foto tirada no evento com Dora Canhos, Sidnei de Souza, Vanderlei Canhos e Leslie Chan (de pé) e sentada, a homenageada Barbara Kirsop (CRIA, 2013).

Para a celebração dos 20 anos do Bioline, a Barbara, sempre muito ativa, fez um levantamento junto aos editores das revistas participantes e constatou o seu impacto e importância. Alguns depoimentos foram registrados e estão no vídeo do evento que conta um pouco da história do Bioline e da homenagem à Barbara que gostaríamos de compartilhar no nosso Blog para que todos possam se recordar dela ou conhecer um pouco da sua história.

https://www.youtube.com/watch?v=8OhdZFZ9x0w

Barbara Kirsop uma verdadeira cidadã do mundo a quem devemos muito.