1 de dez de 2017

Sistema de Anotações da rede speciesLink

splink.cria.org.br

Esse ano, ao divulgar o início da 2ª. fase do projeto do INCT - Herbário Virtual da Flora e dos Fungos, descrevemos brevemente nesse blog a ferramenta de anotações, através da qual qualquer usuário pode enviar seus comentários sobre o registro de um espécime. Esse comentário, além de ser enviado ao curador, responsável pelo acervo, é também armazenado em um banco de dados e aparece como uma anotação associada ao registro. A ferramenta foi desenvolvida em 2012 com recursos do programa Reflora do CNPq, no âmbito do projeto Herbário Virtual da Flora e dos Fungos

Esse post apresenta alguns resultados para demonstrar a sua importância.

Figura 1. Exemplo de um registro de um herbário na rede speciesLink




Ao visualizar o registro o usuário observa que existe um comentário. Ao clicar no registro, o sistema abre o comentário associado ao registro.

Figura 2. Exemplo de um comentário


Esse comentário foi enviado hoje, dia 01 de dezembro de 2017 e indica que a amostra do gênero Diplazium é a espécie Diaplazium cristatum (Desr.) Alston. O sistema mantém o nome do especialista que enviou essa informação, tanto para qualificar a informação como para lhe dar os devidos créditos. 

O gráfico a seguir mostra o crescimento da contribuição voluntária dos usuários da rede speciesLink para melhorar a qualidade dos dados.

Figura 3. Evolução do número de anotações associadas a registros da rede speciesLink
O gráfico mostra o número e o tipo de anotações enviadas por ano, lembrando que os dados de 2017 foram levantados até o dia 29 de novembro. Mesmo assim, 2017 já apresenta um crescimento de 177% em relação a 2016. 
 
93% dos comentários referem-se a registros de plantas e fungos, 6% de animais e 6% de coleções abrangentes. Com a integração da comunidade de botânica, esse resultado já era esperado, mas é importante ressaltar o papel o Herbário Virtual cujo desenvolvimento acaba beneficiando os demais grupos taxonômicos da rede speciesLink.

Em números absolutos, 1.953 registros com anotações, de cerca de 8,9 milhões (número total de registros da rede speciesLink), parece ser insignificante. No entanto, trata-se de um canal de comunicação direta entre o provedor e o usuário dos dados. Com as imagens disponíveis on-line, muitas em alta resolução, o sistema, além da correção de erros, permite a identificação do material à distância. Esses comentários, portanto, são importantes para aproximar os usuários dos provedores e para aumentar a qualidade dos dados.

Para comprovar a importância dessa ferramenta, é interessante observar que a rede mundial GBIF (Global Biodiversity Information Facility) incluiu o desenvolvimento de um sistema de anotações em seu plano de trabalho para 2017-2021. 

Desenvolvida e lançada em 2012, foi e continua sendo algo inovador em sistemas de informação sobre biodiversidade.


Nenhum comentário:

Postar um comentário