8 de dez. de 2020

20 anos do Centro de Referência em Informação Ambiental

Hoje, 8 de dezembro de 2020, celebramos o vigésimo aniversário do CRIA, uma instituição constituída para disseminar o conhecimento científico e, dessa forma promover a conservação e uso sustentável dos recursos naturais do país. 

Temos muito o que celebrar! Ao longo do tempo estabelecemos importantes parcerias com instituições de ensino e pesquisa, com destaque às instituições mantenedoras de coleções biológicas do país e do exterior. Juntos, desenvolvemos a rede speciesLink, uma e-infraestrutura de dados sobre a ocorrência de espécimes de acesso livre e aberto a todos os interessados. A rede teve início em 2001 com o apoio do programa Biota Fapesp para integrar os acervos das coleções paulistas. Ao longo dos 19 anos de desenvolvimento, com o apoio das agências de fomento federais como CNPq, CAPES e Finep, e das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa como a Facepe, Fapesp, Fapes e Fapemig a rede conta com pelo menos uma coleção em cada estado da União e do Distrito Federal.

Essa rede provê dados de mais de 15 milhões de ocorrências de espécimes, sendo mais de 90% associados a amostras físicas do material coletado. São coletas desde o período Holandês com o herbário Marcgrave (1637-1644) passando por vários naturalistas como Saint-Hilaire, Martius & Spix, Glaziou e inúmeros outros. 

Inclui também coletas de grandes nomes de pesquisadores brasileiros como o botânico Gerdt Hatschbach, fundador do Museu Botânico de Curitiba e o maior coletor botânico da rede speciesLink, e o Prof. João M. F. Camargo, um naturalista dedicado às abelhas, o maior coletor de espécimes de abelhas na rede speciesLink.

A força da rede é o trabalho coletivo e colaborativo das equipes associadas às 158 instituições com coleções biológicas do país e do exterior que compartilham mais de 15 milhões de registros e 4 milhões de imagens de forma livre a aberto a todos. Aproveitamos essa data para agradecer a esses milhares de pesquisadores que colocam o seu conhecimento a serviço da sociedade.

Agradecemos ainda o Comitê Gestor do INCT-Herbário Virtual da Flora e dos Fungos em nome da Profa. Leonor Costa Maia, coordenadora desse INCT, por todo apoio e parceria nos últimos 10 anos. Incluímos um agradecimento especial à Dra. Ana Lúcia Assad, que nos últimos cinco anos tem trabalhado no fomento às ações de organização e disseminação de informações sobre abelhas, um grupo tão importante para a agricultura e manutenção das nossas áreas naturais.

Outro parceiro fundamental é a RNP,  Rede Nacional de Ensino e Pesquisa, cuja infraestrutura possibilita a participação plena das coleções de todo território nacional na rede speciesLink. A RNP também é responsável pelos serviços em nuvem utilizados pelo CRIA para todo o seu desenvolvimento e manutenção dos sistemas públicos de informação.

Por fim, agradecemos aos membros dos nossos Conselhos Deliberativo e Fiscal, extremamente envolvidos nessa trajetória e parceiro na busca da nossa sustentabilidade institucional.

Equipe do CRIA, 2020 


Aproveitamos a oportunidade para sugerir a visita a outros produtos do CRIA.

  • Flora brasiliensis, a magnífica obra produzida entre 1840 e 1906 pelos editores Carl Friedrich Philipp von Martius, August Wilhelm Eichler e Ignatz Urban, com a participação de 65 especialistas de vários países.
  • Herbário Virtual A. de Saint-Hilaire, apresenta a coleção botânica de Auguste de Saint-Hilaire, incluindo seus cadernos de campo e as plantas do Brasil coletadas durante suas viagens de exploração de 1816 a 1822.
  • Catálogo de Abelhas Moure, produto do trabalho do Padre Jesus Santiago Moure com as espécies de abelhas neotropicais, que teve continuidade por especialistas brasileiros sob a coordenação do Prof. Gabriel Melo.
  • Sistema de Informação Científica sobre Abelhas Neotropicais, uma plataforma de pesquisa que tem por objetivo facilitar o acesso à informação científica disponível em diferentes sistemas on-line.


Nenhum comentário:

Postar um comentário